domingo, 13 de maio de 2012

Dos Contemporaneos Adornos ao Moderno Body Piercing.



A história dos Adornos Corporais tem início com as primeiras comunidades e clãs das civilizações mais antigas. Estando diretamente presente nas tribos de todo o planeta, nas castas indianas, entre os faraós egípcios e legionários romanos. Nos séculos XVI e XVIII  este hábito se disseminou entre os aristocratas,victorianos/ ingleses e quase foi extinto no século XIX. A partir de 1970, tal prática eclodiu mais uma vez através dos ícones da moda londrina e dos artístas que frequentam o circuito alternativo da época. Seu retorno atingiu o ápice nos anos 90, fechando o elo entre o Primitivo e o Moderno.

Através de estudos voltados aos costumes dessas civilizações conseguimos identificar o porque algumas delas se adornavam:

Denotação de Diferença.
Espiritual/Metafisico.
Estético.
Sexual.

Os adornos  historicamente mais populares são inseridos no lóbulo da orelha; normalmente ele conferia a quem o usava o status de afortunado; hoje é o meio mais comum de exibir um objeto precioso ou semi precioso. Os romanos acreditavam que este artefato lhe proporcionaria vastos recursos financeiros, além de realçar a sensualidade.Os marinheiros adornavam um lado da orelha antes de iniciar uma viagem perigosa e ao retornar da mesma adornavam o outro lado.Os índios brasileiros Suyá, do norte do Mato Grosso, usam adornos semelhantes aos Kayapós.
Os Suyá também associam esses adornos à importância cultural da audição e da fala. 

No nariz o adorno passou a ser usado há pelo menos 4000 anos, no Oriente Médio, depois se disseminou pelas terras indianas no século XVI. Aí o nostril, como era conhecido, foi absorvido pelos mais ilustres. Desta forma este adorno ganhou conotações de status social. Nas décadas de 50 e 70 este enfeite foi importado pelos hippies para o Ocidente; nos anos 80 e 90 foi rapidamente assumido pelos punks e outras tribos. Fechando o elo ente o Primitivo e o Moderno.

O adorno utilizado na língua era muito comum entre Astecas e Maias, distinguindo os sacerdotes dos templos. Eles acreditavam que, através desta prática, poderiam interagir melhor com as divindades. Atualmente os jovens modernos continuam a adotá-lo, mesmo que seu sentido original tenha se perdido. Estes mesmos povos cultivavam o uso destes enfeites na boca e nos lábios, considerados órgãos repletos de poder e sensualidade. Por esta razão eles optavam por objetos de ouro puro.

São igualmente comuns os piercings nos mamilos, simbolizando vigor e energia, historicamente sendo remanescentes dos gladiadores romanos que adornavam os mamilos em prova de fidelidade ao Rei Cesar.
Foi também uma coqueluche entre as Victorianas inglesas em 1890.

O Adorno Umbilical, outrora valorizados no Antigo Egito, era acessíveis somente aos faraós e seus familiares, é atualmente os mais usados em todo o Planeta.

Saibam mais sobre os metais utilizados na confecção dos Piercings:

Aço cirúrgico é feito de uma variedade de ligas. Muitos deles são usados ​​para a jóia do corpo, mas apenas alguns graus específicos são comprovados biocompatível: de aço que é ASTM F-138 compatível ou ISO 5832-1 compliant; ISO 10993-(6,10, or 11).

O titânio é um metal leve, que é ideal para pessoas que se preocupam com a sensibilidade de níquel. Este material pode ser anodizado para criar jóias de cores diferentes, sem afetar a segurança. Olhe para implante de titânio certificada (Ti6Al4V ELI) que é ASTM F-136 compatível ou ISO 5832-3 complacente, ou comercialmente puro titânio, que é ASTM F-67 em conformidade.

O nióbio tem sido amplamente utilizada por piercers com bons resultados por vários anos. É muito semelhante ao titânio, mas não tem uma designação implante de grau. Como o titânio, nióbio pode ser anodizado para produzir cores diferentes. (E, ao contrário de titânio, ele pode ser tratado termicamente preto.) nióbio e titânio anodizado podem desaparecer devido à química do corpo ou quando usada em áreas propensas a fricção, mas isso não é prejudicial.

Ouro  branco é apropriado para perfurações iniciais, se for 14k ou superior, livre de níquel em liga, para a biocompatibilidade. Ouro superior a 18k é demasiado suave para a jóia do corpo, pois pode ser facilmente arranhado ou cortado. Banhados a ouro, folheado a ouro,  não são aceitáveis para perfurações iniciais.

Todas estas envolvem uma camada de metal de base com uma camada de ouro. A superfície de ouro ( que é muito fina, medido em milionésimos de polegada) podem com os fluidos liberados pelo corpo causar reações adversas.

A platina é um metal pesado extremamente precioso, que é inerte e excelente para usar em piercings. No entanto, jóia do corpo com esse material é raro e muito caro devido ao alto custo do material e maior dificuldade na fabricação de jóias a partir dele.

Polímeros biocompatíveis (plásticos) incluindo Tygon ® Tubulação Médico Cirúrgica S-ou S-50HL 54HL, PTFE (Teflon ®), Bioplast ™ ou são considerados adequados para novas perfurações.
Tygon é uma tubulação de bio-compatíveis médica que é altamente flexível. Ele deve ser trocado a cada poucos meses, uma vez que o mesmo descolore de uso prolongado. 
PTFE, um plástico branco, É amplamente aceito dentro da indústria. Bioplastico foi criado especificamente para piercings e é similar ao PTFE, mas vem em uma variedade de cores e formas. Estes podem ser usados ​​como um substituto para jóias de metal. Com os produtos novos polímeros que entram no mercado, verificar que o produto que está comprando, Se não listados acima, USP VI é compatível. Estes podem ser esterilizados em autoclave.

Vidro de quartzo de vidro fundido, chumbo borossilicato, e sem chumbo de vidro sodo-cálcico são inertes e considerados seguros para perfurações iniciais. Eles também podem ser esterilizados em autoclave.


Considerações: O responsável pelo artigo durante meses fez uma busca aprofundada para compreender como tais praticas conquistaram a atenção do planeta e quem foram os responsáveis pelas disseminação dessas práticas na América, Europa e no Brasil...Fato que surpreendeu o mesmo no seu campo de pesquisa!


 Quem foi Jack Yount? E quanto tempo atuou na prática de Adornar o Corpo?


Estudando sobre a origem do Body Piercing no Mundo, eu acabei me deparando com este senhor chamado, Jack Yount que, começou a aplicação de Adornos no Corpo em 1950, entre outras modalidades tidas como extremas até os dias de hoje...Este vanguardista da modificação corporal, faleceu no ano de 1995, deixando um legado considerável para os seus pupilos e um vasto campo de informação relacionada as tais praticas... Consequentemente ajudando outros grandes nomes desse universo direta ou indiretamente.

Quem é Fakir  Musafar? E o que tem haver com tais práticas?


Em 1966 Rolland Loomis fascinado pelas culturas tribais, iniciou um estudo sobre tais comportamentos e introduziu os conhecimentos adquiridos no seu campo de atuação. Tanto que, a sua primeira apresentação em publico usando o nome artístico  Fakir Musafar, foi no First Tattoo Convention em 1977.

O Fakir Musafar é tido pelos demais praticantes de tais modalidades Performaticas como o pai do Móderno Primitivo e até nos dias de hoje é requisitado em varias partes do mundo para dividir os seus conhecimentos com os interessados na sua alquimia com o próprio corpo. Foi responsavél também pela revista Body Play, sendo ele, diretor e fundador da primeira escola voltada a Potencialização Técnica dos Profissionais do Body Piercing  nos Estados Unidos.


Quem é Sterlac e como usa a Body Art em seus estudos?




Stelarc é um dos mais destacados artistas cibernéticos, de performance electrónica e de body-art (a par do brasileiro Eduardo Kac, o primeiro homem a quem foi implantado um microship no calcanhar no projecto "Cápsula do Tempo").



Além de artista, Sterlac é atualmente pesquisador titular do Performance Arts Digital Research Unit da The Nottingham Trent University, em Nottingham. 

O australiano tem vindo a trabalhar nos últimos 20 anos na junção entre corpo e tecnologia, com próteses robóticas e sistemas electrónicos diversos As suas primeiras experiências aconteceram em 1968, quando construiu os primeiros ambientes de imersão virtual da história da arte.



 Em 1970 desenvolve o projeto Corpo Amplificado, no qual filma o seu esófago e dois metros do seu intestino para entender o funcionamento do seu corpo. A ideia central de Stelarc vai ao encontro da superação dos limites físicos da natureza humana, uma ideia defendida pelo Transhumanismo.

Em 2007 Sterlac implantou uma protese de orelha no braço.

Não se preocupa apenas pela dimensão puramente estética ou tecnológica do seu trabalho. O artista coloca questões pertinentes a nível filosófico e científico e defende a mutação física sintética para alcançar um grau de superioridade humana. Aliás, o criador considera o corpo humano obsoleto, e defende a sua mutação tecnológica e sintética.

Quem é Jim Ward? E o que fez pelo Moderno Body Píecing?


Em 1978 Surgi em São Francisco California a primeira fabrica voltada a confecção  de Piercings idealizado por James Mark conhecido como Jim Ward.


 Logística da Gauntlet:

 Três anos antes da abertura da Gauntlet Interprise, Jim &  Doug   Malloy  estavam aprimorando as técnicas e equipamentos que seriam utilizados na prática do Body Piercing.




Quem foi Doug Malloy? Qual a contribuição para tal prática?


Richard Simonton conhecido como, Doug Malloy tinha uma facilidade incrível para contar histórias.
Tanto que ele publicou um Biografia relatando a sua experiencia com relação ao seu piercing genital. Bem sucedido monetariamente e com uma imaginação incrivél, sendo ele, responsavél direto na difusão de tais práticas na década de setenta ao lado de Jim.  Faleceu no ano 1979 em Tuluka - California.


Joalheria e Compatibilidade:
Vale a pena frizar que, desda decada de 70, todos os metais utilizados na confecção dos piercings, são os mesmos que nos dias de hoje continuam sendo usados pela comunidade médica mundial,  nas mais variadas cirurgias de reparo sendo, eles compativéis ao organismo humano e isolante aos pontos auriculares ( Orelha).

               
                    


 Uma das primeiras revistas voltadas a este segmento:    
Com a ajuda de Doug Malloy Fakir MusafarJim Ward lançou a revista PFQI - Piercing Internacional Fãs Quarterly e também foi auxiliado por eles, nos designers de jóias para o corpo. 
Anos depois Jim, lançou um vídeo  muito bem detalhado e técnico instruindo como fazer determinadas aplicações, o qual, eu não possuo mais em meus acervos por ter sido roubado na minha loja em 1999. ( Menção Piercer Snoopy).







Quem foi Mrº Sebastian? E qual foi o seu oficio na Europa durante anos?


Eu estarei omitindo parte dessa história se não citasse aqui o nome de Allan Oversby, Mrº Sebastian, pioneiro da prática do Body Piercing na Europa, sendo ele, correspondente de Jim & Malloy que também o patrocinava. E atraves dessa parceria visitou Los Angeles e com  este intercambio, facilitou consideravelmente a disseminação global de técnicas e tecnologias voltadas ao Body Piercing.

Nota do Perfurador:  Como toda a difusão de idéias precisam de pessoas que dividam a mesma linha de raciocinio, diversos artistas do underground como por exemplo, Hippies, Punks, Musicos, Fetichistas, Estilistas Egocentricos, dentre outros... Ajudaram na propagação de tal prática, quebrando tabus e trazendo a atenção da opinião publica sobre o assunto. Porém, a mesma só conquistou a atenção do planeta na década de noventa, fechando o elo entre o Primitivo e o Moderno.

Legislações referentes a tal prática no Brasil e no mundo.

Com aceitação social dessa pratica no mundo, houve a necessidade de serem criadas normas redigidas pelos órgãos responsáveis pela saúde pública, voltadas aos tipos de metais usados, o  funcionamento de tais recintos e protocolos tidos como seguros e adequados para tal oficio... Afim de, assegurar a integridade física da população adepta. Em 1994 surgi em São Paulo - Capital, a primeira portaria da vigilância sanitária a qual fazia menção sobre como deveria funcionar tais recintos. Nessa época tínhamos o Tattoo Club que, reunia nos finais de semana alguns Tatuadores e Piercers para colocar o papo em dia.

Nesse mesmo ano uma lei escrita na Califórnia, fez com que os atuantes dessa atividade se agrupassem, para discutir o futuro de tais práticas e como poderiam ajudar os adeptos e os  praticantes de tais modalidades com informações seguras e adequadas ao nível Técnico e Tecnológico e dessa junção de idéias, surgiu a APP - Association Professional Piercers, que continua ativa até os dias de hoje e conta com milhares de membros espalhados pelo mundo. Promovendo Encontros, Palestras, Work Shops, Congressos, Seminários, voltados a educação ética, técnica e logística dos Piercers.

Quem é André Meyer? E o que fez  no Brasil pelo Tradicional Body Piercing?



André Meyer fez o primeiro de uma coleção de furos aos 15 anos, mas já aos 13, quando viajava com a família pela Amazônia, se interessou pelos adornos usados pelos índios.
Em 1992, partiu para a Europa para conhecer melhor a arte no corpo. Em Londres, conheceu Grant Dampsey, com quem fez um curso para exercer a profissão de Piercer.
Com ele, aprendeu a  introdução da anatomia humana, as técnicas utilizadas na pratica do Body Piercing nos mais variados locais do corpo e que tipo de material aplicar. 


Viajou ainda por lugares como Índia, Nepal, Bali e Tailândia, para refinar sua técnica e conhecer culturas que tradicionalmente fazem modificações no corpo.Participou dos primeiros encontros realizado pela APP - Association Professional Piercers, o qual durante anos foi membro dessa entidade de reputação ilibada mundialmente.Em 1994, depois de idas e vindas pelo mundo... Meyer, montou definitivamente sua própria espaço para aplicação de piercing. denominado Body Piercing Clinic,
Por este espaço passaram vários Piercers durante os  anos de funcionamento dessa loja. André nos deixou um legado sólido graças ao seu conhecimento técnico e ético, pelo que se tem noticia, ele é o primeiro  Piercer Profissional da América do Sul. Foi responsável pelas primeiras festas performáticas, trazendo grupos como Kamicaze dentre outros... 

André Meyer teve contato com o universo dos Suspenders em 1998 em Dallas onde o renomado Allen Falkner entre outros do Grupo TSD realizaram a vontade desse brasileiro de imediato. O que gerou uma repercussão tremenda sobre nos tele jornais brasileiros da época. André sempre soube trabalhar muito bem a sua imagem...Eu aprendi muita coisa com ele direta e indiretamente... Relato do autor do Artigo! 




Acreditando na promissão dessa prática no Brasil, André trouxe o primeiro grupo performático a se apresentar em solo brasileiro, conhecido como Kamicaze Freak Show. Depois dessa iniciativa outros amigos de Andre, como por exemplo Heitor Werneck, começaram a produzir outras festas temáticas voltadas  ao  Fetichismo. 



Durante anos André, propagou de maneira segura e adequada, as praticas que aprendeu com outros grandes nomes do Body Art, pessoas do Brasil inteiro vinham a sua procura. Como pioneiro dessa atividade em terras tupiniquins, esbarrou com todo tipo de  pré-conceito e burocracias relacionadas a tal atividade. Mesmo porque, em 1997 fora criada em São Paulo Capital, a lei que proibi a aplicação de Piercings e Tatuagens em menores de 18 anos




Dica de literatura Lindo de Dor por André Meyer.



Sobre a legislação em questão: 


Como não havia uma entidade de classe constituída nessa época, o deputado Campos Machado, não teve problema algum em fazer esta lei ser aprovada em São Paulo. Se acompanharmos esta lei pelos seus artigos e incisos entendemos que, a mesma torna-se inconstitucional porque, feri a autonomia dos pais que educam e dão condições de sobrevivência aos seus filhos...Fato!
Quando esbarramos no estatuto da criança e do adolescente, esta lei torna-se pertinente a intervenção do estado para tais modalidades.Com a proibição validada por lei em São Paulo, vários recintos voltados a tais praticas, passaram a acata-la de imediato temendo represálias dos órgão fiscalizadores. Infelizmente esta lei nunca foi acatada pelos recintos clandestinos que são a maioria na capital paulista e no Brasil. Com isto, os próprios pais  temendo que os seus filhos colocassem Piercings e contraíssem as doenças passiveis dessa atividade, começaram a leva-los, a estes recintos ilegais,  achando que estavam em um ambiente seguro.Varias lojas que vendiam Missangas, Brincos, Adereços e Semi Jóias em Shoppings e grandes Galerias, passaram a vender tais adornos e não contentes com isto, empregavam mão de obra carente para fazer tais procedimentos. Posso citar nomes aqui sem medo algum de represálias como por exemplo: Oficina do Piercing, Vitória Régia, dentre outras que,  após alguns processos judiciais deixaram de fazer tais desserviços a população.


Quem é Ronaldo Sampaio? E o que faz por tais praticas no Brasil?


Ronaldo Sampaio conhecido como Piercer Snoopy, começou na Prática do Body Piercing em 1998 e obteve informações sobre este universo através do Modificador André Fernandes. Em seguida procurou se especializar em Primeiros Socorros, Fisiologia da Pele, Biossegurança e Controle De Infecção e Acupuntura, mediante o questionamento de alguns clientes sobre os pontos relacionados á orelha.


O boom dessa atividade no Brasil aconteceu nessa mesma época onde nomes como, Jairo de Camargo,  Ania Bianca, Garcia Leonam, Jonny Armani, Filipe Espíndola, Sick Body Tuning,Raposa, Luciano Iritsu, Eder Marques, Gibi Body Art DebyLuciano Metalmorfóses, Valnei Santos, Rodrigo Buga, entre outros... Ganharam evidencia pelos respectivos trabalhos realizados.


Trabalhando dentro da legalidade!


Através da revista Americana  Savage Magazine, Piercer Snoopy se identificou com o trabalho de Steve Haworth, Shane Munce , Blair, Mario - Wild Cat, entre outros... E quando teve acesso aos livros:Modern Primitives, Biblie of Piercing -Eyzo Mamia, ModCon, Perfuraciones Corporales a sua visão em relação a este universo foi ampliada consideravelmente, mesmo porque, algumas das técnicas mencionadas nesses livros são tidas como ilegais e invasivas em vários países, inclusive no Brasil, como por exemplo: Tongue Split/ Lingua Bipartida, Implante 3D e Transdermal por necessitar de anestésico, descolamento entre as camadas da pele e suturas...Considerando que, não existem testes os quais atestam a qualidade dessas peças ao nível de Carcinogenia, Atoxidade e Citoxidade e pela precariedade técnica da maioria que se intitulam Bod Moders, em vários países Europeus e no Brasil tais modalidades são proibidas.


Propagando de maneira segura e adequada tais praticas!


Interessante: Vale a pena enfatizar aqui que, Ronaldo Sampaio foi o pioneiro dos Piercers em usar paramentação para exercer tais práticas desde 2007... Fato que, gerou polemica entre os colegas que até os dias de hoje, não dão a atenção merecida a lei implantada pelo prefeito Gilberto Kassab no Estado de São Paulo.



Na cama com Monique Evans;
Após anos buscando informações sobre as mais variadas técnicas usadas nessa prática, além de, colaborar consideravelmente com as revistas desses segmento, Ronaldo, era sempre requisitado para falar sobre tais praticas, em programas de televisão, entre outros meios de comunicação...Ajudando na desmistificação de tais praticas e alertando a população sobre os riscos de aquisição e transmissão de doenças em recintos clandestinos.



Fazendo parcerias com empresas Multi Nacionais:


Com o sinal verde dado pelos órgãos de saúde para a prática da Tatuagem e do Tradicional Body Piercing, logo algumas empresas de olho no publico jovem começaram a criar ações ligando tais práticas as suas logo marcas, buscando recintos legalizados e profissionais capacitados para tal prestação de serviço. Unindo forças na difusão de ambas as artes aqui referidas. 
Não demorou muito para pseudos especialistas fazerem apontamentos mais pre-conceituosos do que científicos em relação... Como se na atividade deles só existissem exímios Profissionais!
A minha sala de aplicação acima tem mais condições de higiene do que muitos consultórios diga-se de passagem. Diversas empresas de diferentes setores estão cada vez se aproximando dos profissionais  da  Arte Corporal  em busca de identidade para os seus respectivos produtos.
Lembrando que, o Brasil  é um dos paises que mais se consome tais artes, ficamos atras apenas da Europa e Estados Unidos. Ao nivel de legislação estamos bem amparados tanto que, todos os materiais usados, possuem registro nos órgãos vigentes de saúde responsavéis pela regulamentação.

Algumas lojas que eu prestei serviço:


Ronaldo trabalhou em varias lojas conceituadas como por exemplo: Karooba Tattoo, Da Tribo Tattoo, Polaco Tattoo, Cyber Dog Brasil/Inglaterra/Estados Unidos/ Japão, Tetra Piercing, Rempel Tattoo , Scorpions Tattoo. e pela boa oratória, anualmente é convidado para vários eventos voltados a este universo cheio de formas e cores para falar da sua alquimia nessa atividade.

Na luta pela nossa liberdade Profissional 



E m 2005 Ronaldo Sampaio foi convidado a fazer parte do Sindicato dos Estúdios de Tatuagem e Body Piercing do Estado de São Paulo - Denominado SETAP-SP. Junto com os diretores da época, teve um papel importante nas decisões voltadas as tais práticas junto aos órgãos de saúde publica estaduais e federais. Após a nossa movimentação em Fóruns de Debates, Audiências Publicas,  conseguimos conquistar a liberdade profissional dos Tatuadores e Perfuradores do Brasil.



Quando em reunião com o Conselho Federal de Medicina conseguiram excluir ambas atividades do projeto de lei dos PL 7703/06 e dessa reunião, surgiu o Projeto de Lei 2104/07 que atualmente foi desarquivado e encontra-se a disposição dos Deputados Federais na Câmara dos Deputados em Brasília. O SETAP-SP foi definitivamente fechado em 2011 dando lugar a nova entidade de classe que em breve estará funcionando denominada ATPB - Associação dos Tatuadores e Perfuradores do Brasil.



Ronaldo Sampaio a convite de Marcelo Lima se dirigiu a Manaus Amazonas Brasil para trabalhar em sua clinica e fazer uma expedição na floresta amazônica para conhecer algumas tribos indígenas e os seus costumes. Literalmente foi uma experiencia indescritível para este rapaz da cidade grande.


Em outubro de 2011 Ronaldo Sampaio foi convidado pela empresa Extreme Supplies a fazer uma jornada de Work Shops em solo Argentino, a onde participou da Convenção de Plata e teve a oportunidade de conhecer outros estados argentinos propagando de maneira segura e adequada os seus conhecimentos.

Ainda em 2011, Ronaldo Sampaio junto com Brian Skellie - representante dos Assuntos Internacionais da Association Professional Piercers - APP -USA, juntos com outros Piercers brasileiros e de países co-irmãos... Apensaram no primeiro Congresso Sul americano voltado a Educação Técnica e Tecnológica dos Perfuradores Corporais da América do Sul, o qual tivemos participantes do Brasil, America Latina e Europa.



Em 2012 finalmente Ronaldo Sampaio junto com o seu sócio Éder Marques abriram um espaço denominado - Introduzindo Corpos Estranhos Tattoos e Adornamentos, o qual, já esta em funcionamento agregando a experiencia de 15 anos desse precursor do Body Piercing, junto á outros Tatuadores que integram esse time.




Nota do Perfurador: Nos dias de hoje existem milhares de pessoas exercendo tal prática no Brasil. A minoria delas são motivo de orgulho para os atuantes mais experientes, mesmo porque, pela inadimplência da fiscalização, mercenários na qualidade de empresários, estão colocando em risco eminente a saúde dos adeptos que procuram esses recintos.

Qualquer um faz qualquer coisa, inclusive por dinheiro! 
Vejam esta satira, abaixo com muita verdade:


E vocês adeptos!
Quando for até uma loja voltada a esta prática. Procurem saber um pouco mais do suposto técnico que ira entrar em contato com o seu corpo. 
Não barganhe com a própria saúde!

Dicas para a população saber se o Estúdio de Tatuagem e Body Piercing segue os padrões de higiene redigidos pela ANVISA - Agencia Nacional de Vigilância Sanitária:

* O estúdio deve ter CNPJ ou ME que ateste o mesmo como empresa junto a junta comercial.
* O estúdio deve ter álvara de funcionamento expedido pela Vigilância Sanitária.
* O Perfurador Corporal deve ter Certificados de Cursos os quais comprovem a sua aptidão técnica.
* Uma loja séria ira oferecer o cadastro aos seus clientes antes de prestar serviço.
* Na capital paulista a paramentação é obrigatória, desconfie se o técnico não estiver usando.
* Os piercings devem estar esterilizados em autoclave e apenas serem abertos no ato da aplicação no corpo.
* Agulhas e perfuro cortantes devem ser abertos na frente do cliente e após o uso, deve ser descartado nos coletores sob a supervisão do mesmo.
* O cuidados pós aplicação deve ser entregue com letras legíveis, antes do cliente sair da loja para que este não se auto medique ou siga orientação de terceiros...Lembrando que, a sugestão feita pelo técnico, são sabonetes liquido antibacteriano para Piercings ou pomadas com vitaminas A e D no caso da Tatuagem.
* Nenhum Piercer ou Tatuador pode lhe indicar nada medicamentoso sob prescrição médica ou fazer uso de anestésico tópicos ou injetáveis, alguns deles podem causar choque anafilático por causa da antecedência alérgica do cliente em relação a estes produtos.  
* Se você que estiver lendo for atuante de ambas atividades clique no Código de Ética e saiba um pouco mais do universo o qual esta inserido.

Para ajudarmos os nossos colegas de atividade e dentre outros setores, em breve estaremos abrindo a ATPB - Associação dos Tatuadores e Perfuradores do Brasil - Toda a documentação esta pronta e dentro em breve a mesma estará em pleno funcionamento coligada as outras entidades dessa natureza na Argentina, Estados Unidos, França, Espanha, dentre outras...


Suporte do Perfurador no Brasil:

"Todos os direito reservados ao Autor do artigo - Ronaldo Sampaio -  qualquer extravio sem prévia autorização da o direito ao mesmo de acionar os meios legais em relação."

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Curso de Biossegurança e Controle de Infecção em Atividade de Risco

Bom dia Colegas e Seguidores!

A Drª Lusiane Camilo convida os interessados a estarem participando do Curso voltado ao Controle de Infecção em Atividade de Risco. Durante anos Lusiane teve um papel fundamental na antiga entidade SETAP-SP - Sindicato dos Estúdios Tatuadores e Piercers do Estado de São Paulo, ministrando Cursos de Biossegurança, Junto com o Dermatologista e Cirurgião Plástico, Claudio Roncatti o qual, era responsável pela classe voltada a Fisiologia da Pele.



Esta  nobre atitude com certeza ajudou e muito os profissionais que  atentos com a evolução Viral e Bacteriana, buscavam tais informações e não encontraram suporte governamental para tal.

Na maioria dos países da América Latina, Europa e Estados Unidos da América este suporte é oferecido gratuitamente para todos os Tatuadores e Perfuradores Corporais.

Sendo que os mesmos só podem atuar em seus respectivos campos, mediante o certificado de participação desse e de outros módulos como por exemplo: Primeiros Socorros & Fisiologia da Pele.

Nos dias de hoje é fundamental para quem trabalha com risco a exposição a material biológico saber tais manobras para não ser um disseminador em potencial de varias doenças que são passiveis dessas atividades.

"Não fazemos um desserviço a saúde pública, pelo contrario estamos anos luz ao nível de conhecimento técnico do que muitas atividades coligadas a mesma." 

Palavras do Presidente do Conselho Federal de Medicina Drº Roberto Dávila que, eu tive a oportunidade de estar presente em 2007 na reunião junto ao CFM e SETAP-SP. Nesse encontro apensamos o Projeto de Lei 2104/07 que atualmente encontra-se desarquivado aguardando os ilustres Deputados Federais aprova-lo na Câmara dos Deputados em Brasilia -(DF).




Invista em você e assegure a sua integridade e dos seus clientes!

 Juntos em prol da Arte Corporal com Responsabilidade e Respeito á Saúde Humana!
ATT.
Ronaldo Sampaio - Piercer Snoopy.